Quando a gente se perde dos outros?

Por: Kelianny Nonato

E os laços dos dedos se desfazem e viram fitas soltas flamulando com o vento. E você volta pra casa com as mãos vazias e com um vácuo no lugar do peito. Achando que vai viver o momento várias vezes. Mas no fundo sente que foi a última vez que viu aquele rosto conhecido que te dava paz e segurança.

Os dias vão passando e não dá pra saber qual vai ser o momento em que o melhor amigo vai te mandar mensagens perguntando da sua vida e você simplesmente vai esquecer de responder. A sua falta de resposta será pretexto para a inexistência de futuras perguntas. Um dia, do nada, aquela presença constante, deixa de existir.

Em que ano ou fase da sua vida os parentes já não serão mais vistos nas datas comemorativas? E se tornaram apenas uma lista de contatos das pessoas de quem você vai esconder as publicações na sua rede social. Misturando a relevância de alguém que tem seu sangue àqueles colegas de sala do ensino médio que você não quer ver mais.

Quando é que o universo decide que quem te viu ensaiar, tanto e com tanta força, não vai na sua estreia? E também não vai te ver receber os prêmios da vida. Quando aquela amiga com quem você pintava paredes vai acabar se tornando apenas uma sombra de um passado tão distante?

Tão distante que parece que nem foi nessa vida que você andou lado a lado com uma pessoa tão companheira.

Deve ser no instante exato que deu para notar que as crianças cresceram e os passeios trabalhosos e divertidos se tornaram os vídeos que você salvou na nuvem. Que mais parecem mesclar um tanto de chatice com tristeza de não saber mais como ser feliz com pouco.

E quando é que a ânsia pelo futuro vira uma saudade do que já foi e que você não sabe porque deixou de existir? Quando as pessoas se perdem de você? E porque elas deram espaço para outras pessoas na sua vida, que também já se perderam.

Você se lembra da última vez que ouviu a voz do seu primo preferido ou pediu a bênção do seu padrinho. Onde eles estão agora? Por que você não liga para eles?

Por que as pessoas não param de partir, se aglutinam em todas as fases da vida e esperam para ver você brilhar depois de tanto esforço, comemoram o prêmio e choram o choro do seu filho?

Por que as pessoas deixam de viver no círculo da sua vida e continuam existindo longe ou simplesmente deixam de existir?

Quando é que as relações acabam?

Tags:

MAIS LIDAS

ÚLTIMAS POSTAGENS

Menu